40% de Insalubridade | Reivindicamos manutenção do adicional pós-pandemia

A Administração Municipal respondeu nosso último ofício, número 56/2020. No documento, solicitamos a manutenção do pagamento em grau máximo da insalubridade para todos os profissionais da Saúde. A resposta do Governo é de que enquanto perdurar a pandemia o índice de 40% será mantido. Porém temos combinado de voltar a conversar sobre o tema assim que as negociações de Campanha Salarial puderem ser retomadas.

HISTÓRICO

No dia 21 de março, após nosso presidente José Carlos Bispo da Paz ter protocolado pessoalmente um ofício na Prefeitura a fim de pedir o pagamento do grau máximo da insalubridade para todos os profissionais da Saúde, fomos atendidos. O prefeito Perugini se sensibilizou e fez um anúncio oficial, e desde então, o índice de 40% é aplicado para todos os Servidores da Saúde.

PRESIDENTE BISPO

Como dito anteriormente, foi uma decisão acertada e visionária do STSPMH. Queremos a continuidade do índice em grau máximo mesmo pós-pandemia. Isso porque são trabalhadores em constante exposição à risco de contaminação, não somente ao novo Coronavírus, como também a diversas outras doenças. Temos esperança de ver essa manutenção dos 40% aplicado em definitivo assim que pudermos retomar as negociações com a Administração”.

Leia também

Os Servidores de Hortolândia precisam estar unidos e eleger políticos comprometidos com a classe
Nós, Servidores públicos municipais, vamos ter ainda mais desafios pela frente. Temos o exemplo dos trabalhadores celetistas, ou seja, aqueles regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Nossos colegas sofrem com a Reforma Trabalhista e com a Reforma Previdenciária, que também nos atingirá. A desunião de algumas entidades sindicais, a briga pelo poder e a inércia dos trabalhadores em não participarem da vida de sua instituição de classe foram os grandes responsáveis pelo avassalador ataque aos direitos. Isto é, quando a vaidade acabou com a unidade…continue lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *